Sindifoz não compactua com ações que contrariem o isolamento social

Desde que foi definido o recesso escolar na rede municipal de ensino de Itajaí, em 1º de abril, o Sindifoz tem reforçado o apelo pelo isolamento social para conter o avanço da pandemia e a contaminação que estava ocorrendo na Educação. Como noticiado pela própria prefeitura, em 36 dias de aulas presenciais neste ano ocorreram mais de 600 afastamentos entre servidores e alunos que, infelizmente, resultaram em três falecimentos de servidores por conta da covid-19.

No mesmo dia 1º de abril, o Sindifoz publicou um texto em todas as suas redes reforçando a campanha pelo #FiqueemCasa, haja vista que com o início do recesso escolar, o intuito era baixar os números de contaminação e preservar as vidas dos servidores.

Vale ressaltar que na rede municipal temos mais de 3 mil servidores atuando nas unidades escolares do município, e que os servidores que se propuseram a suspender as atividades presenciais mantendo o ensino remoto para preservar a vida, atingiram esse propósito durante o recesso escolar, no qual pudemos ver os dados de servidores contaminados caírem significativamente, assim como os alunos contaminados.

A grande maioria dos servidores que teve responsabilidade em seus atos durante o recesso escolar, não pode ser relacionada aos casos isolados em que as orientações do próprio Sindifoz não foram seguidas. Dessa forma, reforçamos que não compactuamos com atitudes isoladas de servidores que contrariem o propósito inicial de nossa luta pela vida!

Posted in News.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *