Pagamento retroativo dos servidores de Itajaí segue sem proposta do governo

Os servidores públicos municipais de Itajaí estiveram reunidos em assembleia geral virtual na noite de terça-feira, dia 5, para debater a respeito do retroativo que a categoria tem a receber referente à revisão geral anual de 2020 e 2021, itens ainda não cumpridos da pauta de reivindicações e a possível retomada da greve.

Após o não cumprimento do prazo inicial de 30 dias para apresentar uma proposta de pagamento do retroativo, o município oficiou o Sindifoz no dia da assembleia informando que até o dia 15/10 irá apresentar um parecer sobre o pagamento do mesmo com base nas informações das secretarias que estão analisando o tema. A quantia devida dos 15 meses gira em torno de 40 milhões, segundo estudo já feito pela administração.

Mais uma vez o governo municipal mostra sua falta de compromisso com o servidor público. Na assembleia, a categoria deliberou pela judicialização da demanda, a qual está sendo elaborada, e nova assembleia será realizada no dia 18/10 para avaliar a proposta que será encaminhada pelo governo, podendo neste dia, suspender a judicialização ou ratifica-la.

Posted in Greve Itajaí, News.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *