Servidores municipais decretam estado de greve pela primeira vez na história de Ilhota

Os servidores públicos municipais de Ilhota estão, pela primeira vez na história, em estado de greve. A categoria se reuniu na noite dessa quarta-feira, dia 24, junto ao Sindicato dos Servidores Públicos Municipais da Região da Foz do Rio Itajaí (Sindifoz) na Câmara de Vereadores e tomou essa decisão diante do descumprimento da Lei Complementar 40/2013 por parte da Prefeitura.

A lei em questão trata da revisão salarial anual de todos os servidores, que deveria ter sido aplicada em julho, mas pela primeira vez desde 2013 não ocorreu. Oficiada nos últimos meses pelo Sindifoz acerca do descumprimento da lei, a Prefeitura ainda não apresentou resposta oficial aos servidores. Diante deste cenário, os trabalhadores públicos decidiram em Assembleia por oficiar novamente o poder executivo através do Sindicato para que seja feito o reajuste salarial, alertando sobre o estado de greve.

Já está designada nova assembleia para o dia 7 de novembro e, caso o município não atenda ao pleito dos servidores, não se descarta a possibilidade de os servidores decretarem greve pela primeira vez na história de Ilhota. A solicitação da categoria é que o município faça o reajuste de forma retroativa na folha de pagamento subsequente. Conforme a lei, o reajuste corresponde ao índice da inflação (1,76%) acumulada entre junho do último ano e maio de 2018.

Posted in News.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *