Após cinco meses, Sindifoz volta a se reunir com o prefeito de Navegantes

Depois de cinco meses desde a realização do último encontro oficial, representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais da Região da Foz do Rio Itajaí (Sindifoz) voltaram a se reunir com o prefeito de Navegantes, Emílio Vieira, e sua equipe de governo, na manhã dessa segunda-feira. Em pauta esteve o descumprimento do acordo da greve de 2017 por parte do município, que culminou em uma nova paralisação que inicia na quarta-feira, dia 13, na praça do Coreto, em frente a Prefeitura.

Além dos representantes do Sindicato e do governo municipal, uma comissão de servidores públicos também esteve presente em defesa dos anseios da categoria, que decidiu por decretar greve na última assembleia geral.

Após debaterem acerca dos principais pontos do acordo que ainda não foram cumpridos, ficou definido que a prefeitura irá emitir uma resposta oficial a ser apresentada aos servidores durante a paralisação, enquanto o Sindicato também dará início a uma nova revisão na atualização da tabela salarial, ponto que ainda não há um acordo entre a proposta feita pelo município e a contraproposta dos trabalhadores.

Além da revisão da tabela salarial, que atualmente apresenta defasagem de valores em muitas áreas, a elaboração do novo estatuto do servidor público é outro item fundamental da pauta de reivindicações não cumprido. Inicialmente a sua conclusão deveria ter acontecido ainda em 2017, mas se estendeu ao longo de 2018 e início de 2019, e segue sem previsão de término. Consequentemente, a revisão das bolsas de estudos também não foi contemplada dentro do prazo estipulado.

“Vale ressaltar que o Sindicato vem desde outubro de 2018 buscando um diálogo com a prefeitura para dar continuidade nas negociações. Desde então, alguns ofícios sequer foram respondidos, ou então respondidos de forma evasiva e incompleta. Essa morosidade em voltar a debater com a categoria os itens descumpridos foi um dos motivos que levou os servidores a optarem por uma paralisação”, destaca o presidente do Sindifoz, Francisco Johannsen.

A greve inicia na quarta-feira, às 8h, na praça do Coreto, em frente a Prefeitura de Navegantes. Os servidores municipais devem cumprir o seu horário de trabalho no local, onde haverá o registro do ponto dos funcionários públicos que aderirem a greve.



Posted in News.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *