Vereadores de Itajaí aprovam regime de urgência do PLC 10/2020. Votação do projeto será na próxima quinta

Os vereadores de Itajaí aprovaram na sessão dessa quinta-feira, dia 23, por 12 votos a 7 o pedido de urgência da Prefeitura de Itajaí para colocar na pauta da Câmara o Projeto de Lei Complementar 10/2020, que suspende o pagamento da parte patronal da contribuição previdenciária no Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) dos servidores públicos entre março e dezembro desse ano. Com isso, a votação do mérito do projeto foi agendada para a próxima quinta-feira, dia 30/07.

Caso aprovado o PLC 10/2020, o município só voltará a pagar a contribuição patronal ao Instituto de Previdência de Itajaí (IPI) em 2021, já na gestão do próximo prefeito eleito. Enquanto isso, os servidores terão aumento na sua parcela da contribuição previdenciária de 11% para 14% a partir desse mês de julho, em proposta enviada pelo Executivo e aprovada pelos vereadores há alguns meses.

Com a votação marcada para a próxima quinta-feira, os servidores públicos de Itajaí têm mais uma semana para pressionarem os vereadores pelo voto CONTRÁRIO ao projeto, que interfere diretamente na nossa previdência. Clique no link e envie mensagem por WhatsApp automaticamente para os vereadores: www.sindicatofoz.com.br/vereadoresitajai

Votos favoráveis ao regime de urgência do projeto: 12

Carlos Augusto da Rosa

Célia Regina da Costa
Dulce Maria Amaral Pereira
Eduardo Ilto Gomes
Fabrício Marinho
José Acácio da Rocha
Luis Fernando da Silva

Marcelo Werner
Márcio José Gonçalves
Sergio Murilo Pereira
Thiago da Silva Morastoni
Vanderley Dalmolin

Votos contrários ao regime de urgência do projeto: 7

Antônio Aldo da Silva
Edson Alexandre Lapa
Fernando Martins Pegorini
Níkolas Reis Moraes dos Santos
Otto Luiz Quintino Junior
Robison José Coelho
Rubens Angioletti

Ausente na sessão
Renata Narcizo Machado

O presidente da Câmara, Paulo Manoel Vicente, não participa da votação

Posted in News.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *