Sindifoz lamenta as mais de 500 mil mortes e se solidariza com os familiares das vítimas

Mais de meio milhão de vidas interrompidas. Mais de meio milhão de sonhos roubados. No dia 19 de junho, o Brasil ultrapassou 500 mil mortes por Covid-19. A doença segue matando milhares de brasileiros quase todos os dias, mesmo podendo ser evitada, visto que a oferta de vacinas foi feita por diversas fabricantes inúmeras vezes, mas ignorada pelo governo federal.

Apenas da base do sindicato, são dezenas de casos de servidores infectados no trabalho que tiveram suas vidas interrompidas ou ficaram com sequelas da Covid. São servidores das áreas da saúde, educação, servidores ativos e inativos.

O Sindifoz manifesta sua solidariedade a todos os familiares das vítimas e lamenta a perda de tantas pessoas que não teriam suas vidas ceifadas, caso as vacinas tivessem sido compradas e distribuídas quando foram disponibilizadas. Além disso, a entidade expressa sua indignação com esperança de que as investigações da CPI da Covid tragam resultados, julgando e responsabilizando os verdadeiros culpados por tantas mortes.

O sindicato alerta para que todos sigam se cuidando, fazendo isolamento social, lavando as mãos frequentemente e usando máscara, visto que a vacinação segue lenta pela falta de aquisição das vacinas por parte do governo federal.

Posted in News.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *