Abaixo-assinado lançado pelo Sindifoz já ultrapassa 16 mil assinaturas

O abaixo-assinado lançado pelo Sindifoz em metade de março já atingiu 16 mil assinaturas. A campanha busca revogar o dispositivo que torna aula presencial como essencial e tem como objetivo pressionar os deputados estaduais. Desde lá, o abaixo a campanha está recebendo apoio de diversas entidades parceiras, o que aumentou seu engajamento a nível estadual.

Clique AQUI para assinar, caso ainda não tenha assinado.

No final do ano passado, o então governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), sancionou o projeto de lei que considera as aulas presenciais na educação como atividade essencial. Trata-se da Lei Estadual nº 18.032/2020, proposta pelos deputados estaduais, que tornou a educação atividade essencial em Santa Catarina, mesmo neste período de calamidade pública em função da pandemia de Covid-19.

O Sindifoz acredita que o momento é de defender a vida de todos. Os servidores estavam sendo cada vez mais expostos aos altos índices de contaminação nas unidades escolares antes do anúncio da antecipação do recesso escolar. Para aprofundar este assunto, o sindicato irá realizar uma live na próxima terça-feira, 6 de abril, às 18h30, com a deputada estadual, Luciane Carminatti (PT-SC), uma das únicas parlamentares da Alesc a se posicionar contrária à referida lei.

A parlamentar é coautora do Projeto de Lei 002.3/2020, que defende a vacinação dos trabalhadores em Educação antes da reabertura das escolas. Clique AQUI para saber quais os 20 motivos listados pela deputada para a vacina já.

Veja alguns comentários relativos ao abaixo-assinado:

Silvana Mendonça: “Entendo que as aulas presenciais fazem toda a diferença para nossos filhos, ma,s diante deste cenário de instabilidade e falta de organização dos governantes, acredito que deveria ser aulas online com o mesmo conteúdo que no prático, dando a oportunidade de conhecimento e preparo a esses jovens.”

Vilmar José Pedron: “Porque nada é mais essencial que a vida.”

Posted in News.

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *